segunda-feira, 30 de agosto de 2010

A Penha de Guimarães








A cinco quilómetros da cidade, este paraíso verdejante e exótico.
Pelas espécies e também pelos penedos. Grandes massas de granito, com formas naturais e majestosas.
A lembrar-me de uma outra viagem, Petra. As cores, texturas e cultura, muito diferentes.
Ambas belas e importantes. Um pulmão para Guimarães, com cerca de 60 hectares de verde.
Recantos onde apetece passar o dia e comer o farnel, com a família ou com os amigos. Um oásis à mão de qualquer um.
O Santuário, onde se realizam inúmeros casamentos, bem integrado, arquitectonicamente.
No Verão as romarias recebem os emigrantes saudosos e orgulhosos da sua terra.

3 comentários:

Dylan disse...

Penso que é um espaço um bocado esquecido pela Câmara.

VagaMundos disse...

Um verdadeiro oasis de Guimaraes. Excelente divulgação!
Bjs

Maria João disse...

Angela

Este é um dos pormenores, particularmente belos, do nosso país. Um dos muitos que são autenticos tesouros.

Beijinhos